Alterar tamanho da fonte:
Notícias
A Administração da RAEM analisa pragmaticamente a opinião da sociedade sobre questão das cheias e inundações no Porto Interior
Data de upload: 2017-09-13
  • Tipo: Nota de Imprensa
  • Data: 2017-09-08

Descrição:

A Administração da RAEM atribui extrema importância à resolução do problema das cheias e inundações na zona do Porto Interior e continua a envidar esforços no sentido de encontrar a melhor solução possível. Como é sabido, Macau localiza-se no curso baixo do estuário do rio das Pérolas, quaisquer obras que impliquem a intervenção nos recursos hídricos envolvem as cidades vizinhas e as cidades situadas no curso alto do estuário do rio, ou seja, requerem uma cooperação regional concertada. Deste modo, no dia 11 do corrente mês a Administração da RAEM vai deslocar-se à Província de Guangdong para discutir pormenorizadamente o projecto de construção da barragem de marés. A administração agradece as opiniões e propostas apresentadas pelos vários sectores sociais para a resolução do problema das cheias e inundações na zona do Porto Interior, no entanto, há que ter concretamente em consideração as circunstâncias existentes, proceder a uma análise aprofundada, objectiva e cientificamente comprovada dos planos de resolução, designadamente deve-se proceder a uma avaliação profunda sobre os impactos no canal do Porto Interior, no funcionamento das pontes-cais, no traçado das vias, na paisagem urbana, na preservação cultural, entre outros. Consequentemente, a Administração espera que as associações civis e o sector da construção civil, sob a sua responsabilidade, verifiquem previamente a viabilidade dos seus planos antes de os divulgaram ao público.

De facto, a Administração da RAEM reitera o seu empenho em dirimir o impacto causado pelas inundações que tanto prejudicam a vida quotidiana da população, como tal adoptou as medidas propostas nos estudos elaborados pelas instituições profissionais, ou seja, a instalação de barragem e muro para retenção de água nas pontes-cais e diques do Porto Interior com o “remate de fissuras”, no sentido de reforçar a capacidade de controlo de inundações na linha costeira, obra concluída em 2015. Para além do Porto Interior, nos últimos anos, a Administração, em conformidade com as necessidades do desenvolvimento social, aumentou a capacidade global de escoamento no sistema de drenagem de Macau, nomeadamente renovou o sistema de rede de drenagem dos bairros antigos para acelerar o escoamento das águas pluviais e, para além disso, instalou estações elevatórias para bombear e desviar as águas pluviais das colinas e construiu culvert pipes de grande envergadura para armazenamento da água, a fim de evitar o seu escoamento para as zonas baixas.

A resolução do problema das cheias e inundações da zona do Porto Interior reveste-se de singular complexidade, no entanto, a Administração da RAEM terá em consideração, de forma pragmática, as opiniões e sugestões de todos os sectores da sociedade e mantém o diálogo com o sector da construção civil, no sentido de implementar um plano tecnologicamente avançado aplicável às circunstâncias existentes na zona. Em simultâneo, a Administração da RAEM vai elevar a altura dos diques na orla costeira de Macau, aumentado a sua capacidade de contenção de água de forma a fazer face às intempéries naturais.

Subscrever